outubro 01, 2007

em... contradição

[ Luís Lobo Henriques]

Vim buscar você...
seja onde estiver, com quantas passagens ou vidas!
Venho e vim buscar sua alegria ,
talvez seu espanto ou imenso prazer...
Venho, simplesmente porque te acredito,
e , assim convivo com seus espaços amargos , seus passos delicados e dourados,
mas uma enorme vontade de viver!
Venho, com tanta certeza... que não me deixe assim... a olhar para o nada!
Vim, porque renasci dos seus olhos, no seu espelho (de 40 anos talvez!),
mas vim!
E é tarde, para dizer que não me quer!
Sua face se modifica , suas mãos se encolhem , mas estive em você criança,
e, sabe que te reconheço... agora , talvez sempre ...
Então, porque valeria a pena te deixar!?
[Tânia Salgado]

5 comentários:

Outras memórias disse...

Gente que prazer enorme ver suas palavras em poesia!!!!!!!!!!

Já conhecia sua escrita expressa na vida...nessa eterna e grandiosa busca pela Poesia...nos atos...do olhar sobre a vida!!!!!

Linda!!! Faz parte dos escritos antigos que você pensa publicar????
AMEI!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijosssss grande amiga

Cackau Loureiro disse...

Lugar ótimo...fiquei feliz com sua visita!

Vou anexa-la também...assim nos conhecemos melhor.

Pelo visto é mais experiente em poesias que eu!

bjos e boa semana!

Ana Luíza disse...

"E é tarde, para dizer que não me quer"

Nunca é tarde demais, vamos sempre a tempo de começar ou mudar qualquer coisa...

BjO,legal aqui.

clarice ge disse...

Que bonitos versos Tânia.O espelho reflete tantas faces,todas uma só pessoa. As vezes me assusto por não ver mais a menina que ainda existe dentro de mim.
Gostei muito de teu novo visual. Cores e imagens suaves.
Carinhos meus querida

clarice ge disse...

Minhas netas... rss. São tres. Uma delas veio de brinde... São todas maravilhosas e por elas espero me acriançar cada vez mais.
beijo